Aguarde...

Temáticas

Espaço Urbano Seguro para Mulheres e Mudanças Climáticas

Espaço Urbano Seguro para Mulheres

As necessidades das mulheres ainda são pouco consideradas no planejamento das cidades. Para isso a equipe da Secretaria da Mulher do Recife vem discutindo as desigualdades de gênero no território urbano e as dificuldades enfrentadas pelas mulheres num espaço construído pelos e para os homens, abordando o direito à cidade.

Neste sentido, a Secretaria da Mulher propõe um desafio aos participantes do Hacker Cidadão 5.0 para que desenvolvam soluções inovadoras para promover espaços urbanos seguros para mulheres. Os projetos podem explorar assuntos como mobilidade urbana, planejamento urbano, saneamento, iluminação pública e prevenção à violência urbana e ao assédio.

Mudanças Climáticas

As projeções do Relatório do IPCC lançado em 2013, sugerem que o planeta poderá enfrentar um aumento na temperatura média entre 1,8° C e 4,8° C ao longo do século XXI devido ao aumento da concentração de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera.

Como resultados do crescimento da temperatura média global, projetam-se alguns impactos como o aumento no nível médio do mar; o derretimento de geleiras; a perda de biodiversidade; mudanças nos regimes de chuvas e secas; impactos nas culturas agrícolas; proliferação de doenças transmitidas por vetores e outras consequências que afetarão os seres humanos e as relações políticas e econômicas.

O avanço dos impactos das mudanças climáticas e da relação direta entre crescimento econômico e aumento da concentração de GEE trazem desafios para áreas urbanas (80% das emissões globais de GEE ocorrem nessas regiões). Mais da metade da população global vive em cidades e cerca de 70% da produção econômica e consumo mundial ocorre nas cidades.

Segundo relatório IPCC, o Recife está vulnerável ao aumento médio do nível do mar, a intensidade de chuvas e à elevação da temperatura média. Levando em consideração a alta densidade populacional de seu litoral, o percentual elevado

de impermeabilização do solo e a sua baixa altitude, a cidade é considerada como um dos hotspots mundiais, apresentando maiores vulnerabilidades aos efeitos das mudanças climáticas. Os resultados do 1º inventário de emissões de GEE do Recife indicam que no ano de 2012, a cidade emitiu 3.120.425,74 tCO2, distribuídos a seguir:

• Transporte: 65,2%;

• Resíduos: 19,4%;

• Energia Residencial: 6,3%;

• Energia Industrial: 4,9%;

• Energia Comercial/Institucional: 3,8%;

• Governo: 0,3%.

Os projetos poderão explorar os impactos das mudanças climáticas no Recife (nível dos rios e mar, emissão de carbono, qualidade da água dos rios, temperatura urbana, calor, situação energética), bem como as possíveis soluções para o espaço urbano (transporte, diminuição da emissão de GEE, verde urbano, drenagem.

Sobre o evento

O Concurso ocorrerá durante o evento REC'n'Play. Sendo o Hacker Cidadão 5.0 realizado nos dias 01, 02 e 03 de dezembro de 2017 no Porto Mídia, localizado na Rua do Apolo 181, Recife Antigo. Local: Portomídia

Edital


Contato